Ivan Rodrigues Moreira, acusado de assassinar a esposa e o filho em janeiro deste ano, em Cametá, na região do Baixo Tocantins, será julgado no mês de novembro.

Durante a audiência, realizada nesta quinta-feira, 23, no Fórum de Cametá, foram realizadas as oitivas do réu e das testemunhas de acusação. Durante a audiência, o Ministério Público do Estado e os advogados de defesa de Ivan ainda apresentaram oralmente as alegações finais. Ivan teve a prisão preventiva decretada no dia 10 de janeiro, dia seguinte ao crime.

O crime chocou moradores do município. Cleiciana Soares Sacramento, de 24 anos, esposa, teve o crânio amassado por golpes de bigorna, e o filho do casal, de 10 anos, foi estrangulado com um guardanapo. As investigações apontam que Ivan matou a família durante a noite e permaneceu na casa com os corpos até o dia seguinte. O crime foi no dia 09 de janeiro. 

Fonte: TJPA