Marabá terá até 5 candidatos disputando a prefeitura 

Com 179.714 eleitores, Marabá é o quarto maior colégio eleitoral do Pará, sendo Belém, Ananindeua e Santarém os 3 maiores.

Marabá é a cidade mais influente do sul/sudeste do estado, a disputa pela sua prefeitura é vigiada de ‘pertinho’ por Hélder Barbalho, o governador comandou o rompimento do MDB com o Tião Miranda (PSD), o partido compôs a coligação do prefeito nas eleições de 2016, mas agora ficará ao lado de Manoel Veloso (PSL).

O partido Podemos consta nas atas de duas coligações que disputam a prefeitura de Marabá, na ata da convenção do PSL (aqui) e na ata da convenção do PTB (aqui), mas consultando o conteúdo da ata do Podemos (aqui), conforme registrada na Justiça Eleitoral, a direção da legenda confirma que integra a coligação do pré-candidato do PTB, o deputado estadual Toni Cunha.

Em 2020, na sua tentativa de reeleição, o prefeito Tião Miranda terá como adversário o seu ‘ex-companheiro’ de chapa no pleito de 2016, o deputado estadual Toni Cunha.

Veja relação de candidatos, conforme atas de convenções partidárias registradas na Justiça Eleitoral

1) Irismar (PL) – coligação PL/PP e Rede

2) Manoel Veloso (PSL) – coligação PSL/MDB

3) Tião Miranda (PSD) –  coligação PSD/Cidadania/PT/SD/DEM/PSDB/PCdoB/PDT e Republicanos

4) Toni Cunha (PTB) – coligação PTB/Podemos/PMN/PSB e Patriota

5) Riegler Aragão (PSOL) – sem coligação